A Depressão, O Stress E O Desejo Sexual De Uma Mulher

Resultado de imagem para Desejo Sexual De Uma Mulher

A Depressão, O Stress E O Desejo Sexual De Uma Mulher

A depressão é uma poderosa aflição que pode afetar diferentes aspectos de nossa vida. Se há grande ênfase na forma em que avançamos em nossa vida diária e mais importante nas nossas relações pessoais. A depressão pode levar as pessoas a se retirar totalmente da sociedade e pode abrir uma brecha entre os casais.
Seja leve, grave, depressão há grande ênfase na estrutura psicológica de uma pessoa e afeta a maneira como se sentem sobre si mesmos e as pessoas ao redor deles. O desejo sexual de uma mulher pode ser afetado dramaticamente a saúde de seu estado mental atual.
A depressão pode fazer com que uma pessoa se sente não desejada e pouco atraente – sentimentos negativos que têm um efeito direto sobre o seu desejo sexual. Isso também pode reduzir a experiência agradável durante o sexo, o que torna mais difícil continuar com o ato deseje no futuro.

Um impulso sexual saudável começa com uma mente e um corpo saudável. Grande parte do desejo de praticar o coito é porque uma pessoa é capaz de pensar com clareza e apreciar a relação sexual. O estado de depressão enevoando as faculdades mentais e os impede de se concentrar, um aspecto importante definir o impulso de se praticar o sexo.
Se achar que o seu parceiro sofre de um ataque de depressão, isso também pode levá-los a ter um desejo sexual diminuído. Um estilo de vida pouco saudável também pode fazer as pessoas mais propensas a mudanças de humor e depressão. Por essa razão, manter o seu corpo saudável é importante não só para ser melhor na cama, mas para ter um impulso sexual saudável.

Imagem relacionada

As pessoas não devem confundir-se entre o desejo sexual e a excitação física. O desejo sexual libido é o desejo de praticar o ato sexual, enquanto que a excitação sexual é a reação do corpo aos estímulos sexuais. O desejo sexual se ocupa do estado mental da pessoa, o que faz com que as pessoas com maior impulso sexual esteja excitado com mais facilidade.
Esta é uma das razões por que as pessoas deprimidas têm mais dificuldades para satisfazer as relações sexuais. Ao ser incapaz de se concentrar, devido à falta de auto-estima diminui apreciação do ato sexual. Centrando-se no seu parceiro pode ser muito difícil quando a mente está ocupada com problemas.
Um monte de coisas que acontecem no corpo começam com a mente; Por exemplo, a lubrificação vaginal é um efeito direto da excitação sexual. O cérebro envia sinais para as diferentes partes do corpo, como uma resposta direta aos estímulos recebidos. A depressão desensibiliza o corpo e a quantidade de estímulos que são recebidos.

Alguns medicamentos são conhecidos por causar depressão. As pessoas que são diagnosticadas com altos níveis de estresse, ansiedade lhes são gerenciados por vezes, estes medicamentos para controlar a sua doença. Prozac, por exemplo, não só relaxar o corpo manipulando os níveis de stress, mas que também entorpece os sentidos que privam o corpo de estímulos externos necessários para a excitação sexual, para aumentar a libido
Como todas as condições médicas, tratar e lidar com uma diminuição do apetite sexual se faz, por primeiro, identificando o que está causando o problema. A depressão é uma condição psicológica que tem um efeito direto sobre o funcionamento natural do corpo, incluindo a libido sexual diminuída. O tratamento e a gestão dos fatores que causam a depressão podem percorrer um longo caminho para melhorar o desejo sexual libido.

O Stress e o Desejo Sexual de uma Mulher
As mulheres de hoje em dia frequentemente levam dois chapéus que usam em casa e outro no trabalho. Com mais mulheres enfrentam maiores responsabilidades, os incidentes de estresse aumentaram em conseqüência. Os altos níveis de estresse sempre foram conhecidos por causar efeitos negativos na saúde de uma pessoa.
Um dos efeitos negativos dos altos níveis de estresse é que contribui para um menor desejo sexual. Um dos fatores mais importantes para a estimulação sexual é ser capaz de se concentrar no ato sexual do seu parceiro. O stress e a ansiedade diminuem o grau de prazer e faz com que seja mais difícil para uma mulher chegar ao clímax.
Um dos equívocos comuns sobre o estresse e a ansiedade são a diminuição da libido é meramente psicológica. Embora muitos dos problemas são psicológicos relacionados com uma alteração da personalidade e falta de Power blue expand; o estresse também afeta o funcionamento do corpo, o que contribui para uma série de eventos que, finalmente, levam a uma diminuição do apetite sexual

Resultado de imagem para Desejo Sexual De Uma Mulher
O estresse é a resposta do corpo quando se depara com coisas que representam uma ameaça perturbam o equilíbrio normal. Isso desencadeia mecanismos de defesas que protegem o indivíduo de um perigo real percebido. Com o fim de nós obter uma melhor compreensão de como o estresse afeta o nosso comportamento sexual, vamos olhar para as mudanças que acontecem durante o estresse:

• Aumenta a frequência cardíaca
• Alterações de humor

O estresse provoca uma série de respostas físicas – a maioria das quais não ajudam a aumentar a libido sexual proezas na cama. A diminuição dos níveis das hormonas sexuais que tem um efeito direto sobre o desejo sexual em mulheres.
Os incidentes dos problemas sexuais relacionados com altos níveis de estresse têm vindo a aumentar ao longo dos anos. À medida que mais e mais mulheres vão trabalhar e têm a responsabilidade de cuidar das crianças, o lar e a família, o estresse está se tornando uma parte normal da vida cotidiana. Por isso tomar alguns minutos para fazer exercícios, comer uma dieta saudável pode contribuir em muito, não só na melhoria da saúde de uma pessoa, mas a restauração da tão necessária energia sexual.

Formas simples de controlar o estresse
Uma simples massagem. Um dos efeitos do estresse é que aumenta a tensão muscular. As massagens ajudam a relaxar os músculos e a liberar a tensão do corpo.
Exercícios de respiração. O estresse pode nublar a mente, o que torna mais difícil concentrar-se e tomar decisões. As pessoas estressadas respiram mais rápido e fazer exercícios de respiração pode ajudar a normalizar as funções corporais simples, tais como a respiração. Uma respiração acelerada aumenta os níveis de dióxido de carbono no corpo e priva as células de oxigênio muito necessário. Ao restaurar um padrão de respiração normal, os nutrientes e oxigênio vitais são distribuídos para o cérebro e os músculos, relaxando e diminuindo altos níveis de estresse.
Falar com um amigo. Expressar as suas preocupações e falar sobre os problemas no trabalho em casa pode ajudar a libertar tensões e encontrar soluções.
Exercício e uma dieta saudável ajuda a manter o corpo em sua saúde ótima ajuda a enfrentar melhor as situações de estresse.